NOTÍCIAS

Informações atualizadas todos os dias

Seara conhece Delegacia do agro de Santa Catarina

MB Comunicação

A Delegacia de Polícia Virtual de Repressão aos Crimes contra o Agronegócio (DELEAGRO) foi apresentada à diretoria do Sindicato Rural de Seara, aos alunos do Curso Técnico de Agronegócio do polo do município, aos produtores rurais e autoridades locais, no dia 21 de maio, na sede da entidade sindical.  Criado no início deste ano, o órgão já mostra bons resultados no combate aos crimes no setor.  

A explanação foi conduzida pelo diretor de Polícia de Fronteira (Difron) e coordenador do Centro Estadual de Apoio Operacional de Combate aos Crimes contra o Agronegócio da Polícia Civil de Santa Catarina (CAOAGRO/PCSC), delegado Fernando Callfass, juntamente com o presidente do Sindicato Rural Valdemar Zanluchi, com o vice-presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado (Faesc), Enori Barbieri, com o superintendente do Senar/SC Gilmar Antonio Zanluchi e com o prefeito  de Seara Edemilson Canale.

 A Delegacia do Agro foi ativada juntamente com o Centro de Apoio Operacional de Combate aos Crimes contra o Agronegócio (CAOAGRO) e o Núcleo de Inteligência do Agronegócio (NintAGRO), no mês de fevereiro deste ano. A iniciativa, do Governo de Santa Catarina e da Polícia Civil, conta com total apoio da Faesc, que desde 2017 pleiteava a criação de uma unidade da Polícia Civil especializada no combate desse tipo de delito.

Para Valdemar Zanluchi, a iniciativa representa uma grande conquista para o setor não somente no oeste como para todo o Estado. “Aqui em Seara a notícia foi muito bem recebida pelos produtores rurais. É um alívio saber que temos um serviço qualificado e eficiente para reduzir e evitar a criminalidade dessa classe produtiva que trabalha intensamente para produzir alimentos e gerar emprego e renda”.

COMO DENUNCIAR

Para fazer uma denúncia basta acessar o aplicativo WhatsApp. O serviço funciona 24 horas por dia e é válido para todo o Estado. Por esse meio, mensagens com fotos, vídeos e documentos para auxiliar nas investigações podem ser enviados para o número (49) 99173 8826.

Os policiais civis que atuam junto ao CAOAGRO analisarão as denúncias e farão os devidos encaminhamentos. Quem enviar a denúncia terá sua identidade preservada. Para o Delegado Fernando Callfass o “disque denúncia soma-se ao CAOAGRO e a DELEAGRO como importantes instrumentos de repressão qualificada aos delitos praticados contra o agronegócio catarinense”.

Mais informações:

 

https://www.instagram.com/p/CaPQVaPuZQo/?utm_medium=copy_linkMais  https://www.instagram.com/p/CaPQVaPuZQo/?utm_medium=copy_link